Não pedimos doações simplesmente. Nós produzimos as mudanças que você quer ver no mundo.

Fui gestor por muitos anos de uma empresa pública federal. Isso me colocava em uma posição de grande responsabilidade por administrar recursos financeiros, materiais e humanos. Recursos esses que não eram meus.

Atualmente, vejo uma necessidade de mudança de perspectiva quando abordamos a temática de doações aqui no Brasil, mais especificamente no contexto de projetos de impacto social e projetos missionários.

Percebo um grande apego das pessoas aos seus bens, aos seus recursos financeiros, hesitando, muitas vezes, a aplicação de parte deles em iniciativas de transformação integral de pessoas e comunidades.

Veja o que dizem as escrituras:

“Do Senhor é a terra e tudo o que nela existe, o mundo e os que nele vivem;” (Salmos 24:1 – NVI).

Tudo, absolutamente tudo é do Senhor! Inclusive sua casa, seus rendimentos, seus investimentos, seu patrimônio, seus negócios.

Somos apenas fieis depositários de algo que não nos pertence, de algo que Deus nos confiou, pela sua graça e misericórdia e, principalmente, tendo um objetivo em mente para ser realizado: o resgate e transformação da humanidade.

Outro verso que tenho em mente, quando falamos de doações ou ofertas, é o de 1Cr 29.14, quando Davi pede ofertas para o povo para que construam o templo do Senhor:

“Mas quem sou eu, e quem é o meu povo para que pudéssemos contribuir tão generosamente como fizemos? Tudo vem de ti, e nós apenas te demos o que vem das tuas mãos. (1 Crônicas 29:14 – NVI)

Esse trecho bíblico refere-se a uma campanha alavancada por Davi para captação de recursos para a construção do templo.

Nosso ato de ofertar, de doar, de contribuir nada mais é do que entregar ao Senhor algo que é d’Ele, não nosso! Não é uma questão de ser apenas generoso, é uma questão de obediência.

Não se trata de abrir mão de um recurso financeiro ou patrimonial, é uma questão de sensibilidade ao direcionamento que Deus promove em nós de onde aplicarmos recursos que não são nossos, mas do Senhor.

Muita pessoas estão ávidas por ter experiências sobrenaturais com Deus. Querem ouvir a voz do Senhor, querem mergulhar em um nível de relacionamento profundo com o Pai.

Essas oportunidades podem estar ocorrendo diariamente em sua vida. Basta ouvir atentamente o que Deus lhe fala quando é o momento de ofertar, ou quando algum irmão ou uma instituição lhe pede apoio financeiro.

Certamente o que você ouvirá poderá assustá-lo, ou desafiá-lo, mas certamente será algo que exigirá fé, obediência, entrega e humildade.

“E o seu senhor lhe disse: Bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor”. (Mateus 25:21)

____________

Título inspirado em Heyman (2017)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s