5 dicas para que o voluntariado não se transforme em problema para sua organização.

Como é bom poder contar com pessoas dispostas a ajudar, não é mesmo? Contudo, se essa ajuda não for bem direcionada e planejada pode acabar incorrendo em problema para as instituições que já lidam, diariamente, com inúmeros desafios.

Aqui vão algumas dicas importantes para você que deseja implementar um programa de voluntariado. Caso você já conte com um, vale a pena verificar se esses importantes princípios estão sendo observados.

1) O trabalho do voluntário precisa ser objetivo.
Já ouviu a expressão “estou aí para o que for preciso”? Pois bem, a ausência de foco no trabalho voluntário pode conduzir a uma atuação ineficaz, ou seja, aquém do resultado esperado. Isso porque cabe à própria organização dar esse direcionamento claro e preciso para as tarefas a serem realizadas.

Você pode até contar com uma pessoa que possui muitas competências, mas até mesmo os craques do futebol tem uma posição específica no time em que jogam.

2) Lembre-se do termo de adesão.
Preste muita atenção nesse ponto, pois já ouvi inúmeras histórias de instituições que tiveram problemas trabalhistas envolvendo voluntários.

De acordo com a Lei 9.608/98 há princípios elementares a serem observados na prestação de um serviço voluntário, dentre eles, o exercício mediante a celebração de um termo de adesão entre a entidade e o prestador do serviço voluntário.

Na internet você pode encontrar vários modelos de termos de adesão ao serviço voluntário.

3) Procure conhecer as motivações do voluntário.
Muitas pessoas estão realmente dispostas a servir porque se identificaram profundamente com a causa da organização. Contudo, é necessário procedimentos razoáveis a serem adotados antes de integrar o voluntariado à rotina operacional da sua organização.

Recomendo que haja um processo para ingresso ao serviço voluntário, que pode ser composto por: preenchimento de formulário com dados pessoais do interessado, entrevista introdutória, apresentação de carta de recomendação (se julgar necessário), realização de pequenas tarefas (para aferir o grau de disposição e disponibilidade do voluntário) e treinamentos sobre políticas da organização.

Não há um tempo específico de duração para esse processo. Porém, ainda que realizado de forma breve, certamente trará maior consistência ao igresso de novos apoiadores em sua entidade.

4) Respeite o interesse do voluntário em servir.
Tenho acompanhado vários casos em que pessoas estão dispostas (e disponíveis) para servir como voluntários, porém as entidades nem sequer se preocupam em dar um tratamento adequado a esses interessados.

Seja por desorganização da parte de recursos humanos, ou por excesso de trabalho de alguma área específica da organização, é certo que a demora ou ausência de resposta ao voluntário caracteriza um desrespeito por aquele potencial apoiador institucional.

Dessa forma, ter processos pré-definidos para o voluntariado em sua organização permite que pessoas sérias e capacitadas possam ser devidamente atendidas, evitando que fiquem “no vácuo” no momento de apoiar uma causa.

5) Não abra mão da qualidade do trabalho.
Não é porque o trabalho é voluntário que pode ser feito de qualquer maneira. Esse deve ser um princípio inegociável de sua organização.

Para isso, a existência de um plano de metas, ou acorde de desempenho do voluntário é imprescindível para que haja um nivelamento de expectativas tanto da organização, quanto da pessoa que decidiu apoiar a organização.

As pessoas que se propõem a servir como voluntários, normalmente, o fazem por entender que podem contribuir para a melhoria da sociedade como um todo. Certamente uma mudança positiva se faz com um trabalho de qualidade e com muita dedicação.

Espero que essas dicas tenham ajudado você e sua organização.

Até mais!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s