2016: um ano de crise? O que esperar de 2017?

O que dizer sobre o ano de 2016? Reviravoltas políticas, investigações criminais abertas contra grandes empresas e nomes conhecidos da sociedade e escândalos envolvendo personalidades públicas de diferentes níveis.

A verdade é que passamos momentos difíceis sim. Descontrole dos gastos públicos e desconfiança em nossa economia  fizeram com que o número de brasileiros desempregados fosse de 12 milhões, segundo o IBGE.

Essa realidade atinge, sem dúvida, a operação das organizações não-governamentais que dependem de recursos financeiros cujas fontes foram afetadas com a oscilação econômica corrente.

A economia esfria, o Estado arrecada menos, o montante a ser repassado para entidades assistenciais diminui. Por outro lado, empresas vendem menos, e veem seus lucros diminuídos, o que conduz à corte de despesas e congelamento de investimentos. Há ainda o desempregado que, em meio a tudo isso, não tem renda, e não vê outra alternativa a não ser equilibrar as contas da família cortando tudo o que não for essencial.

Qual deve ser a nossa postura, como cristãos, diante de tão grande adversidade?

 Sem dúvida precisamos lembrar das palavras de Davi, que ao olhar para os céus e os montes, chega a conclusão que o socorro vem apenas do Senhor, que fez tudo o que existe (Salmos 121.1)

Não é um plano econômico que irá favorecê-lo. Não é este ou aquele governo que vai trazer as soluções para a sociedade com o conjunto de políticas públicas tão esperada pela sociedade brasileira. O seu socorro vem do Senhor.

 Em um momento tão difícil, busque saber qual a direção e foco que Deus quer que você dê em sua vida. Onde ele quer que você empregue esforço e dedicação? É tempo de construir? É tempo de investir em um novo projeto? Esteja sensível ao direcionamento que Deus quer dar à sua vida.

 “Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela.” (Salmos 127:1)

 Um planejamento alinhado àquilo que Deus quer edificar é essencial para que tenhamos um 2017 frutífero, pois caso contrário, nosso todo nosso trabalho será em vão.

 Ontem, a Confederação Nacional das Indústrias – CNI apresentou suas projeções e disse que a economia só voltará a crescer no segundo semestre de 2017. Bem, trata-se de uma avaliação baseada em indicadores da atividade industrial.

 Quer saber qual deve ser a sua expectativa para o próximo ano, de acordo com o Reino de Deus? Aqui está:

 “Alguns confiam em carros e outros em cavalos, mas nós confiamos no nome do Senhor nosso Deus.” (Salmos 20:7)

 Alguns confiam em suas reservas técnicas, outros em sua capacidade de gestão financeira. Há ainda aqueles que tem possuem ampla experiência no mercado e diplomas em excelentes universidades. Mas nós confiamos no Senhor, nosso Deus.

 Que 2017 seja um ano excelente e surpreendente!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s